Coluna

– Jornalismo com opinião

<

Onyx Lorenzoni é nomeado ministro Extraordinário do governo de transição

Publicado por: em 5/11/18 9:57 PM

Durante a última semana, antes da indicação oficial, ele se reuniu quase diariamente na casa de Jair Bolsonaro para discutir os detalhes do período de mudança no poder. Bolsonaro contou com a possibilidade de indicar até 50 pessoas para exercer funções na equipe de transição, sendo válido que haja um questionamento pelos cidadãos brasileiros se esse número é razoável ou não. Vale ressaltar que o deputado do DEM atuou como coordenador da campanha do futuro presidente, agindo portanto como um dos principais articuladores de sua candidatura.

deputado federal Onyx Lorenzoni após encontro com Jair Bolsonaro, na Barra da Tujuca, Rio de Janeiro Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Onyx Lorenzoni é anunciado oficialmente como ministro ENessa Segunda- Feira (5), o deputado federal no Rio Grande do Sul Onyx Lorenzoni ( DEM) foi nomeado Ministro Extraordinário do governo de transição por Jair Bolsonaro( PSL). O nome pomposo refere- se aquele indicado para a coordenação do processo de transição entre governos, coisa que Onyx já faz, mesmo que não oficialmente, desde a apuração das urnas no dia 28 de Outubro.

A crença de Jair em Onyx parece ser tão grande que, além da função temporária dada a ele, ainda prometeu, desde o início da campanha que, se fosse eleito, o gaúcho seria escolhido para ministro da Casa Civil. Após essa afirmação, o futuro ministro afirmou que teria como prioridade absoluta a economia, sendo essa umas das muitas pautas a serem discutidas entre tantos encontros privados. 

Uma reunião importante nesse processo está prevista para a Quarta- Feira (7) em Brasília entre Bolsonaro e Michel Temer a fim de discutir e repassar certas informações sigilosas e inúmeros dados do governo. Visto isso, chega a ser cômico como o futuro presidente passa uma ideia de total transparência para eleitores vislumbrados com seus discursos antiéticos. Mesmo que não haja possibilidade desses dados serem disponibilizados para a população por seu caráter sigiloso, ele afirma em seu Twitter “Esta semana damos mais um grande passo com o início do funcionamento do grupo de transição de governo, absorvendo informações para restruturação do Brasil. Em Brasília, teremos acessos iniciais a números e informações que serão passadas aos brasileiros!”

Contando com a Casa Civil, o desenho de governo feito por Bolsonaro tem no mínimo 15 ministérios, sendo que já foram anunciados cinco ministros pelo presidente; além de Onyx Lorenzoni, Paulo Guedes para Economia, General Augusto Heleno para Defesa, Marcos Pontes para Ciência e Tecnologia e Sérgio Moro para a Justiça e Segurança Pública.

Lara Faria
banner com links