Coluna

– Jornalismo com opinião

<

PT: a melhor propaganda e estratégia anticomunista

Publicado por: em 26/11/15 11:15 PM

Nota:

Antes de tudo, entendemos o grau de penetração do neoliberalismo na sociedade brasileira, para propor um projeto de superação desse modelo, que articule antineoliberalismo com anticapitalismo. Não devemos ignorar os avanços governo do PT e reconhecer os avanços realizados e ao mesmo tempo que criticar suas debilidades.

Era de se esperar que uma situação no mínimo insustentável se tornasse insuportável.

Começou em 2002 com a Carta ao povo brasileiro. Um anuncio de que o país teria sim grandes avanços sociais porém com um gosto amargo de submissão ao mercado. Foi a postura adotada pelos dirigentes para garantir a governabilidade, independentemente de amarras ideológicas construídas no passado.

E foi essa submissão que trouxe o país para 2015, o ano perdido, um ano onde nenhum grande debate comum à sociedade foi travado e pior! Partido dos trabalhadores juntamente com presidente calhorda e uma horda de secretários ainda mais calhordas, um partido que ainda é referencial para esquerda, se amarrou em uma crise sem precedentes, arrastando toda a esquerda.

Como um tucano foi parar no PT? Da mesma formula na qual hoje o PT congrega até conservadores em seus quadros.

Três fatos levaram o PT ao extremo do insuportável:

1. Ganhar uma eleição , governar com o programa econômico alheio e com figuras que deveriam ser vistas apenas constituindo governos de direita;

2. Colocar toda a conta da austeridade nas costas dos trabalhadores de forma simplista, sem sequer analisar outras alternativas;

3. Propor uma lei antiterrorista que, lá adiante, em 2018, servirá para a direita demolir os movimentos sociais, permitindo a ela aprofundar ainda mais, se necessário, a depressão econômica do Levy.

O ultimo item ainda é mais interessante, é tácito e evidente que a “lei antiterror” servirá unicamente para contra a esquerda.

Movimentos de cunho fascista e de extrema-direita se agrupam armados em frente a uma das sedes administrativas do país sem qualquer intervenção do governo

E agora para completar temos Delcídio, sempre trabalhou contra a militância petista, sempre trabalhou contra os interesses da esquerda. se filiou ao PT na véspera de sua vitória em 2002, por puro oportunismo deixou o PSDB (partido que governava o país na época) e trocou para o PT (partido que estava para governar o país na época).

E esse mesmo Delcídio foi nomeado pelo Planalto como LÍDER DO GOVERNO no senado e ainda ver a bancada petista em peso votar contra a prisão de um homem que sempre foi contra os interesses da esquerda e da militância do partido que fazia parte.

O PT tem uma coleção de atitudes errôneas e até contra a própria esquerda que foram feitas sob o manto da foice e do martelo.

Travestido de esquerda o PT se apossou da austeridade, medida econômica pífia que joga a responsabilidade financeira do país nas costas do mais humilde

Sob a máscara de Karl Marx o PT defendeu a CPMF que já foi contra.

Se dizendo de esquerda o PT abriu campo para a direita fazer o carnaval que faz hoje com a política nacional, permitindo que a direta eliminasse toda e qualquer esperança do povo na política do jeito que gostam para fazerem o que querem.

Ninguém mais sofreu na mão do PT quanto a própria esquerda.

O PT não representa a esquerda, não representa suas aspirações, sonhos ou capacidades, pelo contrário, mina, acaba e destrói todas estas

É como disse Luiz Carlos Azenha

Quanto à esquerda que sobreviver ao PT, tem encontro marcado com a lei antiterrorismo logo ali adiante. A não ser que, como o PT, priorize os gabinetes.

E é essa a emblemática citação que dá sentido ao título do texto:

PT: a melhor propaganda e estratégia anticomunista

Redação A Coluna
banner com links