Coluna

– Jornalismo com opinião

<

Torcida Organizada do Cruzeiro é censurada depois de denunciar assassinato de Marielle Franco

Publicado por: em 17/03/18 9:46 PM

A torcida do Cruzeiro, a Resistência Azul Popular, está denunciando que eles foram censurados no estádio, ao estender uma faixa denunciando o assassinato da militante de esquerda, Marielle Franco, que ocorreu quarta passada, dia 14 de março.

Segundo os torcedores, no jogo contra o Patrocinense, uma faixa foi erguida durante a partida homenageando Marielle, mulher negra executada por sua ação contra os milicianos e abusos da intervenção militar-federal no Rio de Janeiro.

Conforme eles, A Minas Arena “rasgou o estatuto do torcedor e retirou a faixa da torcida e disse que devolveria somente na segunda. Conseguimos ao final do jogo depois de muita argumentação e pressão resgatar a faixa e cobrar qual foi a ordem para tirar a faixa. As explicações foram esdrúxulas. Iremos fazer um relato mais detalhado na segunda. Lembrando que o coordenador de segurança da Minas Arena é o Coronel Teatini, de outras truculência aqui em Minas Gerais. Muito sintomático que a polícia esteja contra uma faixa de quem lutou contra os milicianos, não?”

Link do post da torcida Resistência Azul Popular

https://m.facebook.com/resistenciaazulpopular/photos/a.1542025899377184.1073741828.1542001606046280/2063039710609131

Redação A Coluna
banner com links